Como criar uma marca em 6 passos

como-criar-uma-marca


Marca é qualquer elemento que represente uma entidade e que permita que as pessoas identifiquem-a rapidamente. Por isso, aprender como criar uma marca é um passo muito importante no processo de construção de uma empresa, pois será a partir dela, que a sua organização vai começar a se desenvolver.

Em muitas situações, ao pensarmos na criação de um negócio, é comum as pessoas lembrarem dos produtos, do lucro e o seu ponto de contato. Porém, sem a marca, uma organização não existe, além disso, é necessário que as pessoas criem uma percepção alinhada ao que a organização deseja passar.

Portanto, se você está se iniciando no empreendedorismo e ainda não sabe como criar uma marca, iremos te ajudar com isso. Continue lendo para acompanhar!

1. Analise o cenário da marca

Quando desenvolvemos um plano de negócio – o documento que irá planejar a criação de uma empresa – um dos primeiros passos que realizamos é a análise de mercado. 

É nessa etapa, que avaliamos o cenário em que a marca irá atuar, identificando os seus concorrentes, os fatores positivos e o potencial de crescimento da marca.

Então, para começar, separe algumas semanas para fazer uma análise deste cenário. Utilize a ferramenta de análise SWOT para te ajudar neste passo. Avalie criteriosamente todos os pontos que envolvem a marca, para então, qualificar se é ou não uma boa alternativa investir nela.

2. Defina o propósito dela

Ao realizar esta análise e identificá-la com potencial para investimento e criação, o próximo passo será definir o seu propósito. Podemos dizer que o seu propósito é o seu verdadeiro DNA, pois será a partir da sua definição que os elementos e estratégias serão criadas. 

Nesta etapa, você deverá colocar o porquê da sua marca existir, o que ela acredita e deseja alcançar. Para auxiliar, a ferramenta Golden Circle poderá ser útil. Ela irá te ajudar a entender qual é o propósito da sua marca, obtendo clareza e amplitude sobre ela.

3. Crie os elementos da marca 

O elemento da marca é tudo que irá representá-la como, cores, nome, símbolos, tipografia e outros. Então, uma vez que você definiu o propósito dela, irá estabelecer os elementos com base no seu DNA.

Por exemplo, na hora de pensar em um nome, você pode utilizar as estratégias de naming – que faz parte do branding –  pensando em qual nome irá transparecer o propósito da sua marca. Neste caso, é importante que ao lerem o nome dela, fique claro o que ela faz.

O mesmo acontece com os outros elementos, ao pensar nas cores que irão representá-la, busque identificar e estabeleça o seu significado. 

Dessa forma, quanto mais visível e clara ela estiver, melhor será a percepção das pessoas sobre o mesmo.

4. Defina o seu posicionamento 

Além das etapas anteriores, para você aprender como criar uma marca precisará entender sobre o seu posicionamento. O posicionamento da marca envolve as seguintes situações:

  • Valores: isso irá representar o que a marca considera como importante, por exemplo, sustentabilidade e respeito.
  • Linguagem: aqui referimos a um conjunto de expressões ou palavras que a marca irá adotar para representá-la.
  • Tom de voz:a linguagem refere-se a forma como a marca irá se comunicar, podendo ser com uma linguagem divertida, formal e outras.

A definição do posicionamento da marca é importante também, pois será a partir disso que você irá entender como ela irá se posicionar após ser criada.

Além disso, o posicionamento da marca precisa ser o mesmo em todos os seus canais de comunicação.

Por exemplo, se a sua marca utiliza uma linguagem divertida na internet e tem como um de seus valores o respeito, é necessário que ocorra o mesmo em sua sede.

Se isso não ocorrer, irá acontecer um ruído entre os canais de comunicação, o que poderá prejudicar a sua imagem.

Para saber mais sobre a gestão da marca, você pode conferir o nosso artigo sobre Branding.

5. Estabeleça o seu ponto de contato

O ponto de contato de uma marca é toda forma de comunicação com o cliente, como, um cartão de visita, panfleto, site, loja, entre outros. Na hora de definir quais pontos a sua marca vai utilizar, é importante que você avalie se ele está alinhado com o seu propósito e se o público da marca estará nesses pontos. 

Neste caso, será necessário também, que você tenha clareza quanto ao público da sua marca, e após a sua definição, se possível definir uma persona.

A persona é um personagem fictício que irá representar um dos seus clientes e quanto mais informações você tiver sobre ela, mais fácil ficará de entender quais pontos de contato serão ideais para a marca.

Mas atenção, não adianta você definir muitos pontos com o objetivo de expandi-la rapidamente. 

Isso acontece, porque quanto mais pontos tiver, mais dedicação terá para manter todos em alinhados. Portanto, procure realizar esse passo com cautela, analisando os recursos que você tem disponível para gerenciá-la.

6. Desenvolva as estratégia iniciais

Finalizamos os primeiros passos de como criar uma marca, agora a última etapa será desenvolver as estratégias iniciais dela. 

Uma vez que você tiver clareza sobre a sua marca, entendendo quem é o público-alvo, persona, elementos e o seu DNA, precisará começar a pensar em como irá fazer ela crescer. 

Mais do que isso, você precisa desenvolver estratégias para que as pessoas tenham a mesma percepção que a sua marca deseja passar. 

Nesta etapa, é importante ter muito cuidado, pois é comum uma marca busca passar uma percepção e os stakeholders – pessoas físicas e jurídicas que estão envolvidos com a marca – visualizarem de outra forma.

 

Chegamos ao final do artigo, conseguiu entender como criar uma marca? Se você tiver qualquer dúvida, não deixe de entrar em contato conosco e deixar o seu comentário abaixo!

 

× Como posso te ajudar?